OLIVEIRA

Contato: 
www.chacaradeorganicos.com.br

A Oliveira é conhecida cientificamente como Olea europaea L., família Oleaceae.
São árvores baixas de tronco retorcido nativas da parte oriental do Mar Mediterrâneo.

De seus frutos, as azeitonas, os homens no final do período neolítico aprenderam a extrair o azeite. Este óleo era empregado como unguento, combustível ou na alimentação.

Já os gregos, que possivelmente herdaram as técnicas de cultivo da oliveira dos Minóicos, associavam a árvore à força e à vida.

A oliveira é também citada na Bíblia em vários passagens, tanto a árvore como seus produtos.
Há de se fazer nota ainda sobre a longevidade das oliveiras.

A civilização minoana, que floresceu na Ilha de Creta até 1500 a.C., prosperou com o comércio do azeite de oliva, que eles primeiro aprenderam a cultivar.

Estima-se que algumas das oliveiras presentes na Palestina (ou para alguns Israel) nos dias atuais devam ter mais de 2500 anos de idade.

As folhas são acinzentadas na superfície superior e branco-prateadas na inferior, os frutos (azeitonas) são carnosos e ovais. Os constituintes mais importantes são: pigmentos flavônicos, flavonas (luteolina) e a olivina, colina, derivados triterpênicos abundantes (sobretudo o ácido oleanólico).

INDICAÇÃO DA OLIVEIRA:

O Chá das Folhas de Oliveira têm sido usado desde os tempos antigos com propósitos medicinais, e novas pesquisas mostram que tem propriedades antibacterianas, antiinflamatórias, antioxidantes, colesterol, hipertensão e radicais livres.

Os benefícios à saúde produzidos pelo óleo de oliva devem-se, basicamente, às substâncias que contém.
A sua alta quantidade de gordura monoinsaturada reduz o LDL (mau colesterol) e, ao contrário do que ocorre com a gordura saturada de origem animal, não é transformada em colesterol.

Dessa forma, o consumo regular de óleo de oliva reduz a possibilidade da formação de placas de ateroma na parede dos vasos sanguíneos. Isto, por sua vez, leva a um menor risco de doença cardíaca como enfarte do miocárdio, e também de acidentes vasculares cerebrais (derrame).

Além da gordura monoinsaturada, com todos os seus benefícios, o óleo de oliva é rico em polifenóis (substâncias químicas vegetais que são potentes anti-oxidantes). Ao prevenir as oxidações biológicas, os polifenóis reduzem a formação de radicais livres. Estes, através do dano celular que produzem, são os grandes vilões do envelhecimento e das doenças crônico-degenerativas, como o cancro.

Usos Etnomédicos e Médicos: - Folhas: na hipertensão moderada, prevenção da arteriosclerose e reumatismo. - Óleo: internamente na disquinesia hepatobiliar, obstipação, e hipercolesterolemia; como lubrificante e anti-inflamatório intestinal. Externamente em afecções cutâneas, queimaduras solares ou queimaduras de primeiro grau.

"Chá de folha de oliveira ajuda a eliminar até seis quilos em um mês."

Considerado 300% mais poderoso que o chá verde, as folhas da árvore da azeitona possuem quase o quádruplo de potássio, magnésio, manganês, fósforo, selênio, cobre e zinco.

COMO FAZER CHÁ da folha de oliveira: 3 colheres/sopa de erva para um litro de água quando a água alcançar fervura desligue. Tampe e deixe a solução abafada por cerca de 10 minutos. Em seguida é só coar e beber.

http://www.lojamais.com.br/Loja/Emp_MostraProd.aspx?codProduto=209280&co...

FONTE e mais informações:
http://www.chadeoliveiraoriginal.com/folha-oliveira.html

Este anúncio pode ser visto por: 
Todos
Mídias

Comentários

gosto muito dos anúncios da

gosto muito dos anúncios da chácara orgânica; são muito instrutivos.
Obrigada

Voltar

< Anterior

Vendo 2 sobrados em Esteio

Vendo 2 sobrados em Esteio

Próximo >

Processo Seletivo para o programa Jovem.com

Processo Seletivo para o programa Jovem.com

Valid XHTML 1.0 Strict CSS válido!